Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Joana-Amália.jpg

Diz o provérbio que quem os meus filhos beija, a minha boca adoça.

Vem isto a propósito de um episódio que me aconteceu há pouco tempo na festa de fim de ano na escolinha da minha filha mais nova: um pai que é fotografo profissional ofereceu-se para fotografar gratuitamente a festa e agora disponibilizou o download das imagens aos restantes pais.

A generosidade é uma coisa bonita mas a generosidade de desconhecidos é ainda mais surpreendente.

Para lhe retribuir o mimo, fica aqui a publicidade.

O Salvador Colaço é um fotografo profissional a sério, daqueles que viaja pelo mundo e passa pela Indonésia para fotografar manequins em bikini nas praias de Bali ou que fotografa os artistas para as capas dos seus discos ou livros.

Mas também é o pai que decide oferecer o seu talento a pessoas que mal conhece.

E eu acho isso lindo.

Visitem-lhe o site, sigam-no no facebook, e se um dia precisarem de um fotografo é mesmo dele que vocês precisam.

Obrigado Salvador!!!

 

PS: Já agora, a Joana entrou numa parte da peça em que se representava um museu com os seus quadros. Havia um Afonso Henriques, uma Rainha Santa Isabel, um Camões, um Fernando Pessoa e a minha Joaninha fazia de Amália.

E que linda que estava, caramba...

Festa-1.jpg

(desculpem o blur na cara dos outros miúdos mas nunca se sabe como é que outros pais reagiriam se eu postasse a foto sem filtros...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54

Invistam 14 minutos das vossas vidas e ouçam o discurso da Michelle Obama na Convenção Democrata que decorreu esta semana.

O seu marido é, para mim, o mais extraordinário orador do meu tempo.

Mas com este discurso a Michelle Obama conquistou-me de forma incondicional.

Não sei se o fez de forma deliberada, se tem ambições políticas, mas pode ter-se posicionado na linha da frente para uma possível futura candidatura.

Mostra que é muito mais do que apenas uma 1ª Dama – é verdadeiramente um Presidente em potência.

Que colosso de discurso; assim não admira que os adversários a plagiem...

Num mundo às avessas, ouvi-la dá-me esperança e vontade de acreditar.

You go, girl!!!

(eu sigo-te...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:29

Matosinhos.jpg

Matosinhos dá um passo inédito no capítulo da mobilidade urbana: a partir de agora há zonas onde é proibida a circulação de famílias.

A imagem fala por si; este passeio foi dividido em duas partes: 4/5 para os ciclistas e 1/5 para os peões.

Em resumo, se for respeitada a sinalização nenhuma família, pequena ou grande, poderia circular naquela via (a menos que fossem todos em fila indiana).

Tem um filho pequeno e quer passear de mão dada com ele?

Não pode, a Câmara de Matosinhos acha isso mal.

Mas eu sou um optimista: pode ser que um dia a estupidez seja modalidade olímpica e Portugal consiga mais umas medalhas...

 

Nota: é evidente que nada me move contra ciclistas ou ciclovias, muito pelo contrário. Tirar os ciclistas das faixas de rodagem garante a segurança física desses cidadãos e assegura uma melhor fluidez do trânsito – toda a gente ganha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:35

SALDOOOOOS!!!

26.07.16

SALDOS WOOK 20%

Já têm livro para as férias?

Estavam a pensar levar um daqueles manhosos arraçados de eróticos mas com uma capa do Lobo Antunes para disfarçar?

Então aproveitem os saldos da WOOK e durante o dia de hoje ganham 20% de desconto e ainda têm os portes grátis.

Melhor do que isto, só dois istos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

5 anos sem a Amy

25.07.16

 A Amy Winehouse deixou-nos há precisamente 5 anos.

Eu já me vou habituando à ideia, que remédio tenho eu, mas ainda a vou chorando porque volto à sua música regularmente.

Como toda a gente, passei boa parte da minha vida a venerar artistas mais velhos do que eu. É natural; quando se tem 16 anos os artistas que nos ajudam a crescer são todos um bom bocado mais velhos do que nós.

Depois chegamos aos 25/30 e já há gente da nossa idade a fazer (muito) boa música.

Mas a Amy foi um furacão raro, por todas as razões.

Porque levou a sua capacidade autodestrutiva até ao fim, e porque foi a única miudinha que rotulei como absoluto génio na minha hierarquia pessoal dos Deuses.

Há quem goste de lembrar o estado lastimável em que se apresentou em Lisboa em 2010, mas esse lado da sua história nunca me interessou. Mesmo nessas imagens eu prefiro recordar o espírito de irmandade da banda que tenta, com enorme sacrifício e profissionalismo, manter o espetáculo de pé (e mantê-la a ela de pé). Eu olho para as imagens do Rock in Rio e gosto ver um grupo de grandes músicos que tentam segurar a sua menina, numa demonstração de carinho e dedicação que me comove porque todos sabíamos o que se estava a passar.

A Amy era um anjo caído, aqueles músicos sabiam-no e faziam o que podiam para a amparar.

Mas para a lembrar em boa forma, a Amy Winehouse a sério, vou muitas vezes ver este vídeo.

É de 2007, ela já não é a menina que passeia o cão ma capa do Frank, já apresenta as suas imagens de marca (o cabelo, o swish, as tatuagens...) mas ainda está em plena posse das suas qualidades de absoluto génio.

E ainda tem o sorriso (às vezes triste), a pele de múda e os olhos grandes e curiosos de reguila.

E aquela banda maravilhosa que a acompanhou e amparou até à queda a fazer a festa à chuva.

Vamos lembrá-la pelo seu génio e pelo que ela fazia de melhor – a música.

A Amy morreu, viva a Amy!

Amy sempre!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15

Isto de ter uma página com quase 15.000 seguidores tem a piada acrescida de nos arriscarmos a ser seguidos por pessoas que admiramos.

Há uns dias recebi uma notificação que dizia “Leonor Teles gostou da tua publicação”.

E eu fiquei a pensar... será a Leonor Teles? A miúda que ganhou o Urso se Ouro  no Festival de Cinema de Berlim com a curta Balada de um Batráquio ?

Leonor Teles.jpg

E era mesmo ela, pá.

Que fixe.

Eu sou um tipo estruturalmente tímido: ainda há umas semanas estive ao lado dela no Lux, reconheci-a, ela esteve a dançar com umas amigas a centímetros de mim mas eu não fui capaz de lhe falar para lhe dar os parabéns pelo seu tremendo feito.

Nunca consigo quebrar o gelo; acho sempre que vou incomodar as pessoas.

Mas vê-la a seguir a minha página derreteu-me.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:44

New Kid in Town

21.07.16

A verdade é que nem sempre eles se portam como uns anjinhos...

New Kid In Town.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:22

Obrigado Éder

15.07.16

O Éder espantou-me 3 vezes no espaço de 24 horas.

1 - Marcou um golo absolutamente inesperado que deu à nossa Seleção o tão desejado título de Campeões Europeus.

2 - Mal acabou o jogo, e ainda no relvado, quis agradecer o seu momento de glória à sua mentora e ao Cristiano Ronaldo que lhe tinha dito que acreditava que ele ia marcar o golo.

3 - Passadas umas horas, já em Lisboa, resolveu gritar a plenos pulmões de microfone nas mãos: - Hoje é feriado, car@#&o!  - numa Alameda Afonso Henriques onde estavam dezenas de milhares de pessoas de todas as idades, incluindo crianças e avozinhas.

Éder-Insónias_em_carvão.jpg

O seu passado vivido em lares e o entusiasmo da recepção dos Lisboetas podem ajudar a explicar a alarvidade deste 3º episódio.

O treino, a dedicação e o esforço podem ajudar a explicar o momento de inspiração no milésimo de segundo em que decidiu rematar para o golo.

Mas o segundo episódio, o do agradecimento e da partilha, não se treina – só está ao alcance de alguém genuinamente generoso. Não era um discurso pensado e preparado, foram palavras que lhe jorraram a quente do coração para a boca.

O normal seria que falasse apenas de si, do seu feito e da sua alegria - mas não foi isso que aconteceu.

Acho absolutamente notável que alguém atinja o ponto mais alto da sua carreira, se transforme num herói nacional, e a primeira coisa que lhe ocorra seja partilhar esse mérito com outros.

Essa generosidade, esse impulso de partilhar o mérito e a felicidade só está ao alcance de alguns.

 

Obrigado Éder.

Pelo golo e pelo exemplo.

 

 

P.S. esta tremenda ilustração foi feita pelo meu amigo Luís que é um génio e criou a página As Minhas Insónias Em Carvão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Champignons d'Europe.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12

Larga o osso!

11.07.16

Chupez.jpg

Não me levem a mal este resvalar para a brejeirice.

Mas estava a apetecer-me abrir o photoshop...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:48

Pág. 1/2



O LIVRO

Capa_OK


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D