Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Estava eu de férias quando no meu feed do FB me apareceu publicidade à candidatura de Dias Ferreira com esta foto e a legenda:

IMG_2154.jpg

“A equipa de recolha de assinaturas já está pronta!”

 

E eu, que nem sou um histérico contra a chamada “objectificação” da mulher, torci o nariz.

Acho que a guerra contra a utilização da imagem das mulheres está a atingir patamares de irracionalidade absurda e o caso da FIFA, que não quer que as câmaras de TV captem imagens de mulheres bonitas nos estádios, é apenas o caso mais recente e patético.

Mas a verdade é que o tempo em que na publicidade se queria vender tudo, desde o carro ao detergente, recorrendo apenas a um decote bem recheado já lá vai; numa sociedade moderna já não se comunica apenas com um bom par de pernas ou de mamas.

Reduzir a mulher à sua imagem é, em 2018, constrangedor e confrangedor.

Será que na equipa de Dias Ferreira não havia voluntários e voluntárias com vontade de recolher umas assinaturas e de explicar aos seus interlocutores o programa do candidato?

Era preciso recorrer ao expediente simplista e vulgar de... “contratamos umas miúdas giras e os gajos assinam”?

Será que têm uma visão tão limitada e redutora dos seus próprios adeptos?

Acho até que os sócios do Sporting mereciam ser tratados de outra forma.

Qualquer pessoa, independentemente do sexo e desde que devidamente formada, seria capaz de tentar convencer um associado a assinar a candidatura de Dias Ferreira (ou de qualquer outro).

É o que fazem por exemplo, com todos os seus defeitos, os partidos políticos.

Será que esta “equipa de recolha de assinaturas” é apoiante de Dias Ferreira, lhe conhece o programa e o consegue explicar resumidamente aos potenciais votantes?

Posso estar enganado mas parece-me que Dias Ferreira preferiu reduzir os sócios à condição de grunhos e a mulher a um mero objecto.

E eu não gosto viver num mundo onde as mulheres são encaradas com esta ligeireza, e não quero que as minhas filhas vivam num mundo assim.

Nem as filhas ou as netas de Dias Ferreira merecem isto.

Mais valia que tivesse escolhido a hashtag #diasferreira1988

É que esta imagem, de século XXI, parece ter pouco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02


O LIVRO

Capa_OK


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D