Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Gulbenkian Star Wars.jpg

Há uns dias fui à Gulbenkian assistir ao filme/concerto em que exibiram o Império Contra-Ataca com a banda sonora a ser tocada ao vivo pela Orquestra Gulbenkian.

Tinha ganho dois bilhetes num passatempo e queria levar pelo menos 2 filhas ao espetáculo, mas como o concerto estava completamente esgotado não me restava outra alternativa que não fosse tentar uma oportunidade na candonga.

E foi com surpresa que verifiquei que todas as pessoas que estavam a vender bilhetes num site de compras em 2ª mão o estavam a fazer pelo seu valor facial.

Era um espetáculo esgotadíssimo com muita gente disposta a pagar para ir ver, mas nenhuma das pessoas que tinha bilhetes a mais quis fazer qualquer especulação com a preciosidade que tinha para venda.

Parece que os Gulbenkianos têm uma ética especial, ainda bem.

Foi graças a essa ética que consegui ir e levar as minhas filhas (senão tinha-lhes oferecido os meus convites e ficava cá fora tristíssimo).

O espetáculo foi maravilhoso, as miúdas adoraram, e a Força esteve connosco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:31


2 comentários

Imagem de perfil

Vera Tecla a 22.01.2020

Por “estranho” que possa parecer a alguns mortais, de facto, há muitas pessoas que não querem mais do que o pouco que têm, que não vivem para acumular dinheiro, que não vivem para especular, nem têm prazer em enganar o próximo. Não diria que são os “Gulbenkianos” que são éticos. São os outros que não têm escrúpulos. Dirão que querer mais do que se tem e ser-se ambicioso é “normal”. Eu responderei: sim, é normal, como também é “normal” querer ter mais (daquilo que nos faz feliz - seja dinheiro ou outra coisa qq ) mas respeitando o próximo, querendo ser respeitado, querendo respeitar as leis vigentes e finalmente querendo ser ambicioso sem que para isso se use e abuse de alguém. Mas eu sou suspeita, pois este Natal, qdo a minha filha ficou com gripe oferecemos (em troca de nada) os bilhetes para o espetáculo Disney na Gulbenkian do passado dia 21 Dezembro, a amigos de amigos que puderam aproveitar. Sempre houve pessoas éticas e generosas. Faz parte da natureza de muitas pessoas. Por estranho que possa parecer.
Imagem de perfil

Kok a 26.01.2020

É (quase?) assustador quando estranhamos a integridade dos que nos rodeiam e que não se aproveitam de eventual privilégio que têm, nem que seja por breves momentos.
Tal facto dá-nos a esperança de que "nem tudo está perdido", mas a verdade é que dá muito trabalho (ou não) para encontrarmos quem não se queira aproveitar do que tem ou pode oferecer. Sinais dos tempos?
1 abraço pah!

Comentar post



O LIVRO

Capa_OK

Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D