Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Sobre a polémica do Cartão de Cidadão, vocês não perguntaram mas eu tenho a dizer o seguinte:

Acho que faz tanto sentido uma mulher ter um Cartão de Cidadão como faria sentido eu, barbudo arraçado de cro-magnon, ter um Cartão de Cidadã.

Cartão de Cidadã?

 

Bem sei que os substantivos, quando no plural, são masculinos (um pai e uma mãe são designados por "os pais").

Mas não vejo porque é que na forma singular um substantivo não há de fazer a concordância com o género.

Mais ainda num documento de identificação que é por definição pessoal e intransmissível.

E não procede o argumento de que "há coisas mais importantes para resolver".

Um País é uma realidade complexa - tem a obrigação de resolver milhões de problemas ao mesmo tempo, ainda que tenham graus prioridade diferentes.

Não é por estar em mau estado o telhado de uma escola que deixamos de aprovar legislação sobre animais; não é por faltarem médicos e enfermeiros que se deixa de mexer nos escalões do IRS.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:56


10 comentários

Imagem de perfil

FS a 02.05.2016

Muito sinceramente, acho que é "much ado about nothing"... Não é a forma mais correcta e feliz de denominar o raio do cartão, mas devia ser mudado sem este ruído todo...
Não são só os plurais que são referidos no masculino (e.g., "os pais"), há outros casos, mas ainda assim não me parecem ofensivos ou discriminativos... Mesmo assim, mude-se para Cartão de Identidade, que é, sem dúvida, mais simpático.
Continuo é a pensar que é muita conversa sobre pouca coisa... Discriminação é "castigar-se" uma mulher profissionalmente por ter filhos...
Claro que não é por não haver médicos e enfermeiros que não se vai legislar sober so escalões de IRS... Mas, para mim, a analogia que melhor se aplica aqui é qualquer coisa como querer tentar acabar com as listas de espera nos hospitais por se passar a escrever os nomes dos pacientes em maiúsculas e em Times New Roman...
;)
Imagem de perfil

Fernando Caeiro a 04.05.2016

Estamos de acordo.
A chatice é que o Bloco não gosta de fazer as coisas pela calada, tenha ou não razão.
Tem que ser com alarido.
E ainda não perceberam que algumas vezes esse modus operandi prejudica as suas próprias iniciativas.
Quero acreditar que com o tempo irão amadurecer um pouco e ganhar algum tacto diplomático :-)

Comentar post



O LIVRO

Capa_OK

Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D