Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Estava eu de férias quando no meu feed do FB me apareceu publicidade à candidatura de Dias Ferreira com esta foto e a legenda:

IMG_2154.jpg

“A equipa de recolha de assinaturas já está pronta!”

 

E eu, que nem sou um histérico contra a chamada “objectificação” da mulher, torci o nariz.

Acho que a guerra contra a utilização da imagem das mulheres está a atingir patamares de irracionalidade absurda e o caso da FIFA, que não quer que as câmaras de TV captem imagens de mulheres bonitas nos estádios, é apenas o caso mais recente e patético.

Mas a verdade é que o tempo em que na publicidade se queria vender tudo, desde o carro ao detergente, recorrendo apenas a um decote bem recheado já lá vai; numa sociedade moderna já não se comunica apenas com um bom par de pernas ou de mamas.

Reduzir a mulher à sua imagem é, em 2018, constrangedor e confrangedor.

Será que na equipa de Dias Ferreira não havia voluntários e voluntárias com vontade de recolher umas assinaturas e de explicar aos seus interlocutores o programa do candidato?

Era preciso recorrer ao expediente simplista e vulgar de... “contratamos umas miúdas giras e os gajos assinam”?

Será que têm uma visão tão limitada e redutora dos seus próprios adeptos?

Acho até que os sócios do Sporting mereciam ser tratados de outra forma.

Qualquer pessoa, independentemente do sexo e desde que devidamente formada, seria capaz de tentar convencer um associado a assinar a candidatura de Dias Ferreira (ou de qualquer outro).

É o que fazem por exemplo, com todos os seus defeitos, os partidos políticos.

Será que esta “equipa de recolha de assinaturas” é apoiante de Dias Ferreira, lhe conhece o programa e o consegue explicar resumidamente aos potenciais votantes?

Posso estar enganado mas parece-me que Dias Ferreira preferiu reduzir os sócios à condição de grunhos e a mulher a um mero objecto.

E eu não gosto viver num mundo onde as mulheres são encaradas com esta ligeireza, e não quero que as minhas filhas vivam num mundo assim.

Nem as filhas ou as netas de Dias Ferreira merecem isto.

Mais valia que tivesse escolhido a hashtag #diasferreira1988

É que esta imagem, de século XXI, parece ter pouco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Rui a 24.08.2018 às 11:47

Concordo com a sua opinião sobretudo na parte em que fala da publicidade, mas o curioso é que há anúncios (lembro-me pelo menos de um a um detergente e outro a uma manteiga) que usam exatamente essa técnica mas com homens.
Recebi várias partilhas do mesmo nas redes sociais, feitas por mulheres, que acharam esses anúncios espetaculares. Se esses anúncios fossem com mulheres choviam críticas.

Comentar post



O LIVRO

Capa_OK


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D