Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


paredes-fullframe.jpeg

Agora que a época festivaleira acabou, apetece-me partilhar uma história que aconteceu comigo e que ilustra bem como os festivais não são todos iguais.

 

Momento 1:

Em Fevereiro fiz uns contactos para ver se conseguia arranjar dormida em Paredes de Coura durante o festival, o que não é fácil.

Num turismo rural que já conheço disseram-me que não tinham vagas nessas datas, mas a irmã talvez pudesse ajudar caso aceitasse ceder quartos na sua casa particular.

Para tentar vender o meu peixe e convencer a senhora a ceder um quarto em sua casa, expliquei que somos um casal na casa dos 40, que não somos nenhuns miúdos bebedolas e barulhentos, e que connosco ficava mais descansada.

E a senhora disse-me que lhe era indiferente e deu-me a resposta típica dos Courenses: “a malta do festival é toda espetacular”.

Aparentemente nunca ninguém teve problemas com os visitantes, tenham eles 20, 30 ou 40 anos.

 

Momento 2:

Em Junho andei à procura de um sítio para passar uma semana de Agosto com a família na costa alentejana, e contactei um turismo rural em Odeceixe.

Disse-me o senhor que me atendeu que nem pensasse nisso, que até tinham quartos disponíveis, mas que não nos aconselhava de todo a ir com as crianças para aquela zona na semana do Sudoeste porque com o festival e os festivaleiros aquilo é insuportável.

 

Se num sítio não me aconselham a levar a família porque está perto de um festival, no outro dizem-me que ao festival só vem gente "espetacular".

 

Cada um vai para onde lhe apetece, consoante o ambiente e a música que por lá passa, e ainda bem que há eventos para todos os gostos.

Mas eu vou ficando fã de Paredes de Coura.

vdfpdc2014-copyright-hugo-lima-309.jpg

Ao contrário do Primavera Sound no Porto onde o público anda mais na casa dos 30 aos 50, em Peredes de Coura são quase todos miúdos (vê-se pelas caras deles, pelas t-shirts dos cursos, das semanas académicas, etc.)

Mas em Coura os miúdos não andam feitos parvos a gravar bocados de concertos no telemóvel infernizando a vida de quem está atrás deles.

Em Coura os miúdos não estão nas primeiras filas à conversa como quem está num bar, enervando quem está ali ao lado a querer ouvir o concerto.

Em Coura os miúdos cantam e tocam nas margens do rio durante o dia, e ensinam técnicas e canções a desconhecidos que lhes vão perguntar como é que se faz aquele acorde.

Em Coura os miúdos leem durante o dia, falam sobre livros e emprestam os jornais diários uns aos outros.

Em Coura os miúdos gostam de assistir a sessões de poesia e reagem com entusiasmo.

Em Coura os miúdos respeitam as miúdas e não se atropelam nas filas por causa de uma imperial.

Em Coura os miúdos bebem litros de cerveja à noite, mas também comem quilos de fruta durante o dia.

Na vila de Paredes de Coura as ruas enchem-se de esplanadas provisórias para satisfazerem o brutal aumento da procura, mas não há pré-pagamento porque os miúdos não fogem sem pagar.

Em Coura os miúdos respeitam-se uns aos outros e respeitam os artistas e a música que se está a ouvir.

Em Coura vejo bandos de miúdos e de miúdas a divertirem-se à sua maneira, e às vezes fico a pensar que gostava que os meus filhos também crescessem assim: livres, felizes e educados.

Os Courenses adoram o seu festival e os seus festivaleiros.

E eu também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:50


13 comentários

Imagem de perfil

Fernando Caeiro a 10.09.2016

E depois é tudo muito concentrado; passa-se tudo num raio de 2 km e isso ajuda a fazer aquele "concentrado" de felicidade.

Comentar post



O LIVRO

Capa_OK

Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D